Centro Profissionalizante de Ensino e Reabilitação Kiipula

logo

Centro Profissionalizante de Ensino e Reabilitação Kiipula
Kiipula Centre2 Kiipula Centre3 Kiipula Centre4 Kiipula Centre5

No dia 01 de junho de 2015, os  professores VET- 2015 – HAMK University, foram  visitar o Centro  Profissionalizante de  Ensino e Reabilitação Kiipula (Kiipula Centre of Vocational Education and Rehabilitation) como parte da disciplina  “Necessidades Especiais” ( Special Needs Education). Fomos   com os professores:  Ms Irmeli Lignell e Mr  Simo Uusinoka. Foi uma experiência fantástica:

1- Fomos recebidos por  profissionais,  no auditório, para  nos apresentar  os trabalhos do instituto:

1 5
Kiipula Centre 6 Kiipula Centre 7

Um pouco da  história da fundação;

História da reabilitação em Kiipula teve início do século XX. Em 1907, o último filho vivo de Kustaa e Wilhelmina Kiipula morreu de tuberculose, e sua esposa decidiu deixar a casa e a propriedade como instituição para o tratamento da tuberculose. Assim, a reabilitação de pacientes que se recuperam da doença foi iniciado em 1940.

Kiipula Centre 8 Kiipula Centre 9

Por volta de 1890, Edvin e Emma Hedman fundaram a primeira escola de língua finlandesa para os alunos com necessidades especiais. Mais tarde a sua instituição de ensino era conhecida como um curso especial profissionalizante de Perttula. Em 2009, este curso uniu-se ao curso profissionalizante de Kiipula.

25 27

O slide da ApresentaçãoWelcome to Kiipula 2015

2- Conhecemos  a  escola de formação profissional

Kiipula Vocational College  é um centro de  formação profissional e de desenvolvimento para a educação especial. A escola oferece possibilidades de reabilitação para os alunos com necessidades especiais. Também oferece educação de adulto, o qual está baseado nas necessidades e emergência profissional e da sociedade contemporânea.

     18 19

21 22
23 29

3- Visitamos o  Centro de Reabilitação Kiipula

O objetivo do Centro de Reabilitação Kiipula é apoiar o bem-estar dos seus pacientes-alunos, melhorar a sua capacidade de trabalho, reintegrar à vida diária, enfocando as atividades do cotidiano fora da instituição, ajudar a conviver socialmente, enfatizando o relacionamento interpessoal e consigo mesmo e a ajudar a convivência em família, permitindo ao paciente viver com dependência mínima, um ser humano capaz e produtivo.

40 41

Serviços de reabilitação são planejados e realizados por equipas multiprofissionais que criam um plano de reabilitação individual para cada paciente-aluno. Na prática, o bem-estar físico, mental e social dos alunos é melhorada por exercícios, conversas, relaxamento, atividades físicas pequenos grupos e orientação individual e treinamento. O seu símbolo é a Gerbera. O  teto da organização  é semelhante o formato desta flor.

49 50

 46 48

4- Vivemos os Jardins de Kiipula

Os jardins de Kiipula  é especializado em produção em estufas. Os principais produtos dos jardins de Kiipula  são os vasos de plantas, tomates e pepinos, que estão em venda em Kiipula e em várias lojas de varejo no sul da Finlândia.

30   34

31 32

35 36

As modernas instalações de estufas oferecem um ambiente de aprendizagem excelente para os alunos do Curso Profissionalizante. O jardins de Kiipulan hospeda também estudantes e estagiários de outros institutos de formação profissional de horticultura na Finlândia.

37   40

38   39

Mr Markku Aunola, Principal. ( Kiipula Vocatiional College)

Mr Markku Aunola, Principal. ( Kiipula Vocatiional College)

Cantamos….

43 44

_________________________________

Vocational Education and Training – VET – Professores Para o Futuro II  – 2015

Eu, Giselda Costa, professora do Instituto Federal do Piauí (IFPI), participo do programa internacional Vocational Education and Training – VET – professores para o futuro – com a duração de 5 meses ( fevereiro a junho de 2015) financiado pelo Governo Federal Brasileiro e realizado na HAMK – University of Applied Sciences na cidade de Hameelinna -Finlândia. A nossa pesquisa tem como base nas experiências de educação profissional do modelo finlandês integrado com setor de inovação e produtividade dos Institutos Federais do Brasil.

Minha homepage: Click AQUI

Post: Special Need Education

Fonte da pesquisa: AQUI

logo

Taitaja: uma grande competição de habilidades na Finlândia

Competição: um exemplo de agência humana

Taitaja 2015 - Finland

Taitaja 2015 – Finland

Eu, Giselda Costa, professora do Instituto Federal do Piauí (IFPI), participo do programa internacional  Vocational Education and Training – VET  com a duração de  5 meses ( fevereiro a junho de 2015) financiado pelo Governo Federal Brasileiro e realizado na HAMK – University of Applied Sciences  na cidade de Hameelinna -Finlândia. A nossa pesquisa tem como base nas experiências de educação profissional do modelo finlandês integrado com setor de inovação e produtividade dos Institutos Federais do Brasil.

Taitaja 2015 - Finland

Taitaja 2015 – Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

HAMK  estava na Taitaja 2015- Finland

HAMK teacher - Brian Joyce

HAMK teacher – Brian Joyce

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Sheylla e Marja Laurikainen

Sheylla e Marja Laurikainen

No dia 06 de maio de 2015, assisti  na cidade de  Turku, no Centro de Feiras e Congressos – HK Areena , na Finlândia, a Taitaja que é  o maior evento de formação profissional anual  organizado na Finlândia para jovens estudantes com idade de 17 a 23 anos. Este evento atraiu concorrentes internacionais de 13 países ( o Brasil estava lá) teve aproximadamente 400 participantes em 44 habilidades ao longo de três dias de competição.

skill conpetition1

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

O objetivo do evento é melhorar a qualidade e a estímulo ao ensino e formação profissional. A competição incentiva os jovens a melhorar, utilizar e destacar sua excelência em habilidades e é uma excelente plataforma para encontrar jovens talentos para as competições internacionais.

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

tai

Taitaja 2015 – finland

Taitaja 2015 – Finland

Taitaja 2015 – Finland

Para um jovem competidor, o evento tem um significado pessoal. A competição é onde você pode ganhar mesmo, mostrar a sua competência para os outros e ser observado através dos olhos de representantes locais de trabalho. A participação é um excelente complemento para o seu currículo.Taitaja pode ajudar o aluno a melhorar as próprias habilidades, como também abrir oportunidades de trabalho.

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Muitas  empresas de diferentes setores estão envolvidos com a organização. Taitaja é um evento onde os empresários podem ver o que o aluno está aprendendo   nas escolas   para um futuro emprego,  As empresas ganham  muitas visibilidade através deste evento.

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

Taitaja 2015- Finland

oooo

Taitaja 2015 – Finland

Taitaja 2015 também atua como um ensaio geral para World Skills. Em 2005, a World Skills foi realizada nos países nórdicos,em Helsínquia, pela primeira vez.  World Skills 2007 foi realizado em Shizuoka, Japão, World Skills 2009, em Calgary, Canadá, World Skills 2011, em Londres, Inglaterra e World Skills 2013 em Leipzig, Alemanha. World Skills 2015 será a 43ª competição e desta vez,  vai ser realizada no Brasil. Será a primeira vez que a competição é realizada na América Latina.

Skill in São Paulo

WorldSkill – São Paulo 2015

WorldSkill - São Paulo2015

WorldSkill – São Paulo2015

Apresentando o sistema educacional brasileiro

Apresentando o sistema educacional brasileiro

Participarão  da competição  mais de 1.000 especialistas de mais de 60 países e regiões diferentes. Mais de 200.000 visitantes são esperados na competição, metade dos quais será alunos do ensino fundamental. A competição  World Skills 2015  será realizada  de 11-16 agosto, em São Paulo no Parque no Anhembi.

Juntamente com a competição, teve uma série de ações dentro do eventos, como shows de habilidades, uma feira educacional e várias conferências.

Feiras dos alunos

Feiras dos alunos

Show

Show e pequenas palestras no centro do evento

Apresentação dos competidores em QR code  espalhado por todo evento

Apresentação dos competidores em QR code espalhado por todo evento

Recado para o IFPI

Recado para o IFPI

Neste mesmo dia, em conexão com o evento Taitaja, aconteceu um seminário sobre o tema as habilidades, os jovens e o mundo do trabalho ( The skills, the young and  the world of work). E neste seminário teve participações muito especiais, entre elas as apresentações  dos  nosso amigos professores  que fazem  o  Vocational Education and Training – Professores para o futuro 2015, apresentando  desafios do sistema educacional dos Institutos Federais do Brasil – IFs

Professora Kirsti Lonka- falando das habilidades da educação finlandesa

Professora Kirsti Lonka- falando das habilidades da educação finlandesa

A reitora da HAMK- Seija Mahlamaki-Kultanen

A reitora da HAMK- Seija Mahlamaki-Kultanen

Profa. Sheylla Chediak - apresentando sistema educacional dos IFs

Profa. Sheylla Chediak ( IFRO) – apresentando sistema educacional dos IFs

Prof. Luis Augusto - Apresentando os IFs do Brasil

Prof. Luis Augusto  ( IFTM)- Apresentando os IFs do Brasil

Prof. Alexandre zaslavsky - participando  do painel final

Prof. Alexandre zaslavsky – participando do painel  sobre the future od VET in Europe.

Competição: uma ação agentiva

Para mim, a competição  é um exemplo  do fenômeno da agência humana, pois a energia agentiva  proporciona ação, motivação  e tem  um papel importante no desempenho humano dando   estímulo na busca da excelência. O aluno ou a equipe  pode  executar de forma consistente o seu melhor, isto é, ele pode melhorar sua qualidade de desempenho, desafiando  os alunos a trabalhar mais em seus estudos e ajuda a ter mais entusiasmo  sobre o conteúdo acadêmico. Claro que nem todo mundo ganha ou recebe prêmios, mas pequenas decepções pode ajudar  os  alunos a se tornarem mais fortes e  resistentes.

Eu observei que a  competição nacional finlandesa ( TAITAJA) ajuda a preparar o aluno para o trabalho, mas também a  lidar com o  medo, a ansiedade , a decepção e  a pressão  antes da competição internacional ( WORLD SKILL). Meus parabéns a organização  e principalmente, a ação agentiva que  esse tipo de evento pode transformar comportamento humano, ou seja,  Transformar Vidas!

Taitaja 2016 – Finland

A próxima Taitaja 2016  será  Seinajok – Finland

Vejo vocês em São Paulo no  WorldSkill 2015 – A competição internacional de alunos de 17 a 23 anos de idade.

Minha homepage: Click  AQUI

Fonte: Click AQUI

IFPI

Minha experiência real no sistema educacional finlandês

“Where there is supportive school collaboration, teachers improve their skills with visible effects on student learning.” (Karagiannis et al. 1996)

Seminaari Elementary School- Hameelinna-Fi

Seminaari Elementary School- Hameelinna-Fi

Eu, Giselda Costa, professora do Instituto Federal do Piauí (IFPI), participo do programa internacional  Vocational Education and Training – VET  com a duração de  5 meses ( fevereiro a junho de 2015) financiado pelo Governo Federal Brasileiro e realizado na HAMK – University of Applied Sciences  na cidade de Hameelinna -Finlândia. A nossa pesquisa tem como base nas experiências de educação profissional do modelo finlandês integrado com setor de inovação e produtividade dos Institutos Federais do Brasil.

Hoje, 20  de maio de 2015,  tive uma experiência bem real no sistema educacional  finlandês. Fui visitar o  “Seminaari elementary school”. É uma escola pública composta de 700  alunos, 47 professores e 25 assistentes. Os estudantes têm 190 dias de aulas por ano, 38 semanas.

8

Os finlandeses consideram a educação como algo muito importante e têm também uma visão bastante positiva da educação básica. Na Finlândia, a origem familiar do aluno não afeta a sua seleção para o ensino básico. A situação socioeconômica dos pais tem pouca influência sobre a seleção das escolas, no estágio da educação básica (na faixa etária de 7 a 16 anos).

Sala dos professores

Sala dos professores

Sala dos professores

Sala dos professores

Sala dos Professores

Sala dos Professores

Não vou fazer comparação entre o sistema educacional brasileiro e o finlandês  neste post, pois não é o meu foco  de pesquisa, mas quero deixar alguns depoimentos dos profissionais que fazem a escola:

1- Reuniões regulares da equipe de professores;

2- Todos os membros contribuem para o desenvolvimento de estratégias e ideias para atingir as metas educacionais  definidas mutuamente;

3- Entendimento comum entre as equipes educacionais;

4- Flexibilidade em sala de aula;

5 -Respeito mútuo entre as pessoas;

6- Comunicação efetiva entre as equipes de professores  e alunos;

7- Usam orientação para a ação.

Seminaari Elementary School

Para os  professores da escola ter reunião regular ajuda a equipe a ficar em contato com todas as mudanças e resolver problemas e  preocupações que surgem. A frequência das reuniões dependerá das necessidades dos alunos e professores. As reuniões regulares garantem a comunicação contínua  entre todos.

O que vi e fiquei feliz….. 

Professora de ciência explicando em inglês

Professora de ciência explicando em inglês

Muitas tecnologias em sala de aula

Muitas tecnologias em sala de aula

Todas as turmas  há quadro interativo

Todas as turmas há quadro interativo

Professores com problemas vocal tem seu microfone

Professor com problema  vocal tem seu microfone

equipamento  de som do microfone do professor

equipamento de som do microfone do professor

A mesa do professor

A mesa do professor

Aluna fazendo tricô.. na hora vaga...

Aluna fazendo tricô.. na hora vaga…

Aluna lendo na hora vaga

Aluna lendo na hora vaga

Alunas conversando descontraidas

Alunas conversando descontraidas

Sem fardamento e criativo

Sem fardamento e criativo

Uma carteira bem criativa

Uma carteira  bem criativa

Aula de Inglês - brincando

Aula de Inglês – brincando

Professora explicando aula de matemática em inglês

Professora explicando aula de matemática em inglês

Giselda sendo entrevistada  sobre o Brasil

Giselda sendo entrevistada sobre o Brasil

Giselda em uma sala real na Finlândia

Giselda em uma sala real na Finlândia

Segundo a professora Ana maria, todos os membros da equipe precisam  ser comprometidos e trabalhar para os mesmos objetivos educacionais. Muito  importante também  manter o foco em objetivos comuns da escola e ter respeito mútuo para ter um funcionamento saudável  da equipe.

É importante para as equipes estabelecer estratégias eficazes para se comunicar. Fazer uso de uma gama de ferramentas de comunicação e tecnologia em sala de aula e sempre se  manter  informado  das responsabilidades e tarefas acordadas.

Muito obrigada por toda dedicação e atenção:

Kaisa Puhakka - minha orientadora finlandesa

Kaisa Puhakka – minha orientadora finlandesa

Professora Ana Maria Jokiniemi

Professora Ana Maria Jokiniemi

Professora Heidi Leivonsalo

Professora Heidi Leivonsalo

Seminaari Elementary School- Hameelinna-Fi

Seminaari Elementary School- Hameelinna-Fi

IFPI

Click AQUI para ver minha homepage